Variedades | 02/07/2019

Primeira mulher promovida por ato de bravura no Corpo de Bombeiros de SC: Que sirva de inspiração



Uma ação de coragem da cabo do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina Stefania Adaime Veit, 33, rendeu à militar a promoção por ato de bravura. Esta é a primeira vez na história da corporação que a promoção é concedida a uma mulher.

O gesto que rendeu o reconhecimento foi em 2017. Na época, ela era soldado no 1º Batalhão, em Florianópolis, e foi acionada para uma ocorrência de parada cardiorrespiratória. No local, enquanto a equipe fazia os procedimentos padrão, a mãe da vítima, transtornada com a situação, sacou uma arma e ameaçava disparar.


Em meio à tensão, Stefania agiu rapidamente e imobilizou a mulher, controlando a situação.


Ela entrou em pânico. Estava realizando a troca das compressões com um colega e ouvimos a mãe falar que ia se matar, sacando uma arma que estava embaixo do colchão e levando à cabeça. Uma cuidadora de idosos entrou em luta tentando contê-la. A arma esteve apontada diversas vezes para nós enquanto fazíamos os procedimentos, com risco de acidentalmente disparar. Neste momento, fui ao encontro da mãe para tentar desarmá-la e impedir que cometesse suicídio ou algum disparo contra um de nós, relembra a Cabo.

A cerimônia de promoção aconteceu no final de junho, na sede do batalhão de Canoinhas, no Norte catarinense.

O processo administrativo para a bravura é sigiloso e só pode ser divulgado após o resultado. A corporação está reconhecendo o ato, recebi de muitos militares e superiores os parabéns. Me sinto feliz, é gratificante receber o carinho, diz Stefania, que está há seis anos no Corpo de Bombeiros.

A participação feminina na carreira militar iniciou em 1983, na Polícia Militar, e no Corpo de Bombeiros, a partir de 2003, com a emancipação da instituição.
Espero que sirva de inspiração para outras mulheres. Não digo apenas em nível de estado, pois há mulheres em todas as Forças Armadas. Nada que estou colhendo veio por sorte, tenho trabalhado com dedicação, disciplina, paixão e um pouquinho de resiliência. Para ter ideia, temos mulheres no estado que dirigem e operam caminhões de resgate, tanque, entre outros. As mulheres da corporação têm os mesmos treinamentos e todas temos as mesmas capacidades, completa.

Stefania foi promovida para a graduação de cabo e também receberá a medalha Cruz de Bravura, além de moção honrosa da Câmara de Vereadores de Canoinhas e da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina.

 

Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação


teste