Justiça | 17/01/2020

Motorista acusado de agredir policial em SC vai a júri popular



O motorista que agrediu um policial militar durante uma abordagem de trânsito em Passo de Torres, no Sul de Santa Catarina, em setembro de 2019 vai a júri popular. O homem vai ser julgado por tentativa de homicídio triplamente qualificado, resistência e desacato. A decisão, da vara única de Santa Rosa do Sul, foi publicada na terça-feira (14).

De acordo com o Poder Judiciário, a agressão ocorreu durante uma blitz da Polícia Militar. Em 19 de setembro de 2019, o motorista foi abordado por dois policiais que viram irregularidades no carro dele.

Em seguida, o acusado ficou agressivo ao saber que o veículo seria apreendido. Ele saiu do automóvel e, após o procedimento da polícia terminar, desacatou os policiais e ofereceu resistência à prisão, além de impedir que os agentes o algemassem.

Ele e um dos policiais começaram a brigar e o motorista tentou asfixiar o agente com um golpe de estrangulamento conhecido como mata-leão. O outro policial tentou intervir, mas sem sucesso inicialmente. O acusado só soltou a vítima após ser atingido por duas balas de borracha.

O policial que foi agredido chegou a ficar desacordado e precisou de atendimento médico.

 

Foto: Reprodução