SC | 08/05/2020

Trabalhadores de frigoríficos são mais da metade do número de casos de Covid-19 em Concórdia



De 176 casos confirmados em Concórdia, no Oeste do Estado, 94 são de pessoas que trabalham no setor. O Ministério Público do Trabalho investiga casos semelhantes em outras quatro cidades.
Concórdia, cidade de 74,6 mil habitantes no Oeste catarinense, tem mais da metade dos casos de Covid-19 em trabalhadores de frigoríficos, segundo a prefeitura. Há uma empresa do ramo no próprio município e outra na vizinha Ipumirim. O Ministério Público do Trabalho (MPT-SC) investiga casos em funcionários da área também em Chapecó, na mesma região, e Nova Veneza, no Sul.

O governo anunciou na quinta-feira (7) medidas restrições de prevenção ao coronavírus para a região como o fechamento do comércio não essencial por 14 dias e o uso obrigatório de máscaras. A situação também foi tema de reunião da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa (Alesc) com o setor e as secretarias de Estado da Saúde e da Agricultura. Na ocasião, a Associação Catarinense de Avicultura (Acav) e o Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados (Sindcarne-SC) disseram que os frigoríficos adotaram protocolos rigorosos, sob orientação médica.